Índice Neurotech de Demanda Por Crédito (INDC) acumula alta de 22% em 12 meses até janeiro

Demanda por crédito medida pelo indicador da Neurotech cai 8% na comparação mensal janeiro X dezembro. Queda é provocada pelo efeito sazonal de retração nas vendas do varejo
Índice Neurotech de Demanda por crédito

A demanda por crédito em janeiro na comparação com dezembro caiu 8%, provocado pelos fatores sazonais, conforme Índice Neurotech de Demanda por Crédito (INDC). O indicador mede mensalmente o número de solicitações de financiamentos nos segmentos de varejo, bancos e serviços. No acumulado de 12 meses até janeiro, porém, a tendência de alta foi mantida e houve crescimento de 22%.
Nesta base de comparação, o destaque ficou com o setor de serviços que liderou a demanda de crédito com um desempenho de 62%, seguido por bancos e financeiras (+19%). Embora com alta bem menor, varejo também registrou desempenho positivo, de 17% nos últimos 12 meses.
Na comparação mensal (janeiro-dezembro), a maior queda ficou com o segmento de varejo (-30%), seguido de serviços (-27%). Já bancos e financeiras registraram alta de 3%. Este movimento negativo é considerado normal devido à sazonalidade. “Historicamente, janeiro e fevereiro são meses de baixa para o comércio. Não deve ser diferente esse ano, que tem o agravante de menos pessoas consumindo, com maior desemprego e maior endividamento”, observa o diretor de Produtos e Sucesso do Cliente da Neurotech, Breno Costa.

Índice Neurotech de Demanda Por Crédito aponta consistência na recuperação
Apesar da conjuntura menos favorável, Costa destaca que a demanda por crédito tem demonstrado consistência na recuperação pós-pandemia. Desde os meses de março e abril de 2020, ápice do isolamento social, a busca por financiamento tem apresentado alta em quase todos os meses, com exceção de outubro (estabilidade), novembro (-4%) e agora janeiro (-8%).
“Há um apetite do brasileiro por crédito. O consumo foi impossibilitado no início da pandemia, o que gerou a forte alta da demanda por recursos a partir de maio. Depois deste movimento, o comportamento está mais tímido, até por conta de toda a incerteza que ainda paira na economia. Mesmo assim, a tendência de crescimento continua”, analisa.
Acompanhe o INDC. https://www.neurotech.com.br/indc-neurotech-fecha-2020-em-alt/

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Posts Relacionados

  • RECIFE

+ 55 81 3312-2740

Rua Alfândega, 35 – 4º andar
Shopping Paço Alfândega
Recife – PE- Brasil​
CEP: 50030-030

  • SÃO PAULO

+ 55 11 3076-7900

Rua Joaquim Floriano, 72
12º andar – cj. 121
Itaim Bibi – São Paulo
SP – Brasil
CEP: 04534-000
  • contato@neurotech.com.br
SOLUÇÕES
NEUROTECH
  • RECIFE

+ 55 81 3312-2740

Rua Alfândega, 35 – 4º andar
Shopping Paço Alfândega
Recife – PE- Brasil​
CEP: 50030-030

  • SÃO PAULO

+ 55 11 3076-7900

Rua Joaquim Floriano, 72
12º andar – cj. 121
Itaim Bibi – São Paulo
SP – Brasil
CEP: 04534-000