MOTOR DE DECISÃO

Motor de decisão: da concessão à recuperação (cobrança)

A estruturação de como o ciclo de crédito deverá acontecer é um desafio enfrentado por muitas empresas. Iniciando pela análise, passando pela concessão e chegando à cobrança ou recuperação, quanto mais elaborado e estratégico, melhor será a sua eficiência e assertividade.

O que antes era feito de forma manual e intuitiva, agora pode ser automatizado com o motor de decisão, que utiliza Inteligência Artificial, regras e políticas de negócio, consultando fontes de dados internas e externas, além do Big Data, para avaliar fatores qualitativos e quantitativos.

O que é um motor de decisão de crédito?

Uma gestão de crédito assertiva irá influenciar diretamente na saúde financeira do negócio e garantirá a identificação e a liberação mais adequada ao perfil de cada cliente. O desafio, no entanto, está por trás de todos os processos, sendo justamente o ato de realizar cada etapa.

Tomar decisões não é uma tarefa simples, pois envolve inúmeros aspectos que impactam positiva ou negativamente determinadas definições. O motor de decisão de crédito é a solução nestes casos, sendo o recurso ideal para auxiliar nas deliberações em diferentes níveis de complexidade.

Importância do motor na gestão do ciclo de crédito

Ao ser implementada, a tecnologia torna-se a responsável para analisar riscos, determinar limites, designar planos e aprovar consumidores na última fase da jornada de concessão. 

Essa é uma alternativa que proporciona um ganho significativo em agilidade, eficiência operacional, segurança na decisão e, principalmente, uma ótima experiência ao cliente final.

Conexão com informações internas, bureaus e dados alternativos

O principal diferencial do motor é a combinação entre Inteligência Artificial e Machine Learning complementada com o Big Data. 

Através disso, são utilizadas informações autorizadas de sites públicos, bureaus de crédito, cadastros e dados alternativos disponibilizados no ambiente digital, para realizar consultas de maneira rápida e automática.

Validação dos dados

Muito além das checagens de autenticidade tradicionais, como protestos, pendências, restrições, cheques sem fundos e outros, o cruzamento dos dados utilizando Inteligência Artificial tem papel de entender quem está requerendo o crédito – se é a própria pessoa -, e qual a situação socioeconômica do requerente. 

Desse modo, a empresa está se certificando de que haverá total segurança na concessão e baixos casos de inadimplência.

Análise de propostas com motor de decisão de crédito

Engana-se quem acha que as validações são realizadas de maneira padrão para todos os casos de solicitações de crédito. Diariamente, uma empresa pode receber milhares de propostas em diversos canais de atendimento, portanto, os motores lançam vários modelos de consultas, previamente definidos, simultaneamente para cada oferta recebida.

Os indicadores podem ser acompanhados em tempo real e os critérios modificados ou calibrados conforme as aprovações e reprovações.

Controle de fraudes e inadimplência

Os algoritmos inteligentes e confiáveis utilizados no motor, sempre adequados à LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) e às regras de aprovação, reduzem drasticamente as probabilidades de inadimplência e fraude, tanto para clientes, quanto para empresa.

Leia também: Inteligência artificial é ferramenta fundamental contra a inadimplência

Motor de decisão nas fases do ciclo de crédito

A jornada do crédito é dividida em cinco etapas, sendo elas: conquista, ativação, rentabilização, retenção e recuperação. O motor de crédito está presente em todas. Confira a seguir como ele atua no ciclo:

Conquista

No primeiro momento, o perfil do cliente é identificado para designar aqueles que têm propensão à compra e alta chance de conversão. 

Também é utilizado o front-end adequado para captar novos consumidores e conquistar aqueles com os perfis desejados, localizando os que possuem dados relevantes, seja por região ou outros aspectos.

Ativação

Aqui, são calculadas as probabilidades de retorno do crédito que será emprestado, para conceder com mais eficiência. 

É validada a identidade e os dados do cliente para identificar quais possuem maior risco de fraude.

Rentabilização

Nesta etapa, o perfil do consumidor já é reconhecido e o gerenciamento do crédito é mais assertivo, com sinistros controlados. A partir disso, o motor terá foco total no aumento da venda de produtos e serviços, com a definição de uma política de renovação inteligente para clientes com maior potencial.

Retenção

É a fase de atualizações cadastrais e acompanhamento próximo, para verificar se há inadimplência recente da parte do consumidor, ou, em caso das organizações, se está acontecendo movimentos internos de troca de sócios, demissões, etc. 

O motor também prevê a PDD, sigla que refere-se a uma reserva de dinheiro para casos de inadimplentes.

Recuperação

A última etapa do ciclo é o momento de realizar a cobrança e recuperar a dívida. O motor identifica os clientes de risco, encontra os que devem ser cobrados, descobre qual é a propensão de pagamento e reconquista os melhores consumidores.

Reduza os riscos do seu negócio!

O Riskpack, motor de decisão da Neurotech, é a solução para empresas que buscam uma gestão de crédito e riscos totalmente precisa e segura.

A tecnologia utiliza Inteligência Artificial e a combinação de diversas fontes de dados internas e externas, além das próprias regras do cliente, para prever comportamentos e reduzir chances de fraudes e inadimplência na tomada de decisão. Tudo isso de maneira rápida e completamente assertiva.

Disponível em três modelos, o Pronto, Fácil e o Livre, você define aquele que melhor se adequa às necessidades do seu negócio.

Quer saber qual a opção ideal para a sua instituição? CONHEÇA AQUI