INDS SEGUROS

Demanda por seguros de autos cresceu 18,63% em outubro sobre 2021

Nos últimos 12 meses, indicador medido pela Neurotech cresce em São Paulo, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais têm desempenho negativo

A demanda por seguros de automóveis registrou alta de 18,63% em outubro deste ano quando comparada a igual mês de 2021. É o que revela o Índice Neurotech de Demanda por Seguros (INDS). O indicador mede mensalmente o comportamento e o volume das consultas na plataforma da Neurotech, empresa pioneira em soluções de inteligência artificial aplicadas a seguros e crédito, área na qual a companhia mantém um índice similar que já é referência no mercado.

Em outubro, os principais estados cobertos pelo INDS apresentaram desempenhos distintos na mesma comparação dos últimos 12 meses. O ranking por estado ficou assim: Rio Grande do Sul (13,25%); Rio de Janeiro (7,29%), São Paulo (4,08%). Já os estados de Minas Gerais e Paraná, registraram queda de (8,54%) e (6,45%), respectivamente. “O INDS é baseado em volume de cotações, ou seja, há o aumento da procura por seguros ou o interesse em trocar de seguros em alguns dos estados analisados neste período”, lembra Daniel Gusson, head comercial de Seguros da Neurotech.

Em relação a setembro deste ano, todos os Estados analisados apresentaram números negativos, com o indicador nacional registrando queda de 3,97%.

Segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), em outubro deste ano, foram emplacados 180.884 veículos, ao considerar automóveis, comerciais leves (como vans), caminhões e ônibus. No ano, o total é de 1.683.276 emplacamentos.

O INDS traz também o crescimento da demanda por idade. O maior aumento está relacionado às pessoas com 60 anos ou mais (11,71% na comparação com outubro de 2021). Os motoristas entre 40 e  59 anos, demandaram 6,67%. Na população mais jovem, o índice registrou queda de 8,97% para 18 a 25 anos e recuo de 2,13% entre as pessoas com 25 a 39 anos.

Sobre o INDS

Recém-criado pela Neurotech, o Índice Neurotech de Demanda por Seguros (INDS) abrange o universo das principais seguradoras brasileiras e mensura o apetite do brasileiro a assegurar o seu automóvel. Nem todas as milhões de consultas mensais registradas se transformam em apólices contratadas, pois o processo depende de fatores como o perfil da pessoa que está fazendo a solicitação, o apetite ao risco da seguradora e se há ou não indícios de fraude.