Aplicações de tecnologia que vão transformar o mercado financeiro nos próximos anos

A revolução digital está aí, mas a pergunta é: o sistema financeiro está preparado para encará-la realmente? As inovações trazidas pela tecnologia mudaram o setor e abriram grandes oportunidades, mas com elas também vieram enormes desafios.

As instituições financeiras foram levadas a redimensionar suas operações e repensar sua relação com os clientes, com a concorrência e com o próprio dinheiro em função das inovações trazidas pela tecnologia. Milhares de terabytes de dados são transacionados diariamente e é impossível ficar de fora da interação digital pelos múltiplos canais de acesso, de segurança e de atendimento. Tocamos apenas ainda na ponta do iceberg nas possibilidades de uso de tecnologias como redes neurais, machine learning e deep learning para análise preditiva. É só o começo.

Conheça as principais tecnologias que estão transformando o mercado financeiro!

Big Data e Inteligência Artificial

Quando se fala de transformação digital, o Big Data Analytics, por exemplo, não é mais novidade e está entre as primeiras plataformas necessárias para análise de dados em massa para tomada de decisões com precisão e agilidade. Seus benefícios estão mais do que comprovados no processo de concessão de crédito, principalmente se conciliado com recursos de Inteligência Artificial.

Leia como o Big Data aumenta em 20% a rentabilidade na concessão de crédito.

É importante reforçar, porém, que essa tecnologia já ajuda também as áreas de investimento na formação de carteiras diversificadas e com maior potencial de rentabilidade. Outro uso conhecido é no auxílio às formulações das políticas de juros e na análise do perfil de cada cliente, permitindo a oferta de produtos exclusivos.

Big Data juntamente com a Inteligência Artificial são tecnologias capazes de criar ferramentas de atendimento ao consumidor muito mais interativas do que se possa imaginar. Assim, em vez de investir vultosos recursos na contratação de empresas terceirizadas especializadas em SAC, bancos e financeiras devem implementar canais digitais eficientes de comunicação com seus correntistas. Esses canais contam com robôs inteligentes que respondem a questões de alto grau de complexidade de forma natural e são capazes de alterar suas respostas à medida que aprendem com as perguntas.

E o atendimento fará toda a diferença quando o open banking, ou sistema bancário aberto, começar a vigorar. Trata-se de uma plataforma que permite a integração das chamadas interface de programação de aplicativos (API, na sigla em inglês). Parece complicado, mas o conceito é mais simples: permitir com que o cliente possa usufruir de serviços de empresas e aplicativos de terceiros conectados diretamente à plataforma do seu banco, por exemplo. No final, o cliente passa a ser dono dos seus dados e pode permitir que aplicativos tenham acesso a eles, oferecendo outros serviços de seu interesse. Na prática, todo o mercado precisa padronizar a tecnologia para facilitar a comunicação entre as instituições.

Baixe agora o ebook de Big Data e a transformação da experiência do cliente

Novas Aplicações

Com a abertura do leque de opções para o consumidor abrem-se também incontáveis oportunidades e desafios para todos os elos da cadeia. No caso das empresas financeiras, destaca-se, por exemplo, o desenvolvimento de novas aplicações aumentando o número de canais a ofertar seus produtos e criação de novas linhas de receita.

As transações financeiras também serão cada vez mais afetadas com o pagamento instantâneo. Isso pela transferência de valores em tempo real, seja entre pessoas físicas, para empresas ou até mesmo para órgãos públicos com disponibilidade de 24 horas por dia, 7 dias por semana. Ou seja, o beneficiário terá acesso ao valor imediatamente, mesmo em caso de pagamentos ou transferência nos fins de semana, feriados ou fora do horário bancário, ao contrário do que acontece com os TEDs e DOCs, por exemplo.

Blockchain

Outra tecnologia já bastante conhecida que completa essa transformação é a Blockchain. Seu projeto original tem servido de inspiração para o surgimento das criptomoedas (a mais conhecida, Bitcoin) e de bancos de dados distribuídos. Por meio dela, os dados das transações deixam de ser armazenados em um único local para serem distribuídos e validados por diversos pontos de uma rede. Hoje, muitos bancos usam esse sistema de autenticação para reduzir custos com segurança, ampliar a proteção na transmissão de dados e melhorar sua eficiência operacional.

Biometria

Biometria é outra que vem para transformar o mercado ao mitigar riscos e combater fraudes. Envolve reconhecimento manuscrito, facial e da íris nos chamados ATMs. Na Europa já há testes de monitoramento realizado dentro das próprias empresas, que cruzam montanhas de dados relacionados ao andar de cada cliente para validar sua identidade. Com isso, é possível identificar, em questão de segundos, se o indivíduo é quem diz ser.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Posts Relacionados

  • RECIFE

+ 55 81 3312-2740

Rua Alfândega, 35 – 4º andar
Shopping Paço Alfândega
Recife – PE- Brasil​
CEP: 50030-030

  • SÃO PAULO

+ 55 11 3076-7900

Rua Joaquim Floriano, 72
12º andar – cj. 121
Itaim Bibi – São Paulo
SP – Brasil
CEP: 04534-000
  • contato@neurotech.com.br
SOLUÇÕES
NEUROTECH
  • RECIFE

+ 55 81 3312-2740

Rua Alfândega, 35 – 4º andar
Shopping Paço Alfândega
Recife – PE- Brasil​
CEP: 50030-030

  • SÃO PAULO

+ 55 11 3076-7900

Rua Joaquim Floriano, 72
12º andar – cj. 121
Itaim Bibi – São Paulo
SP – Brasil
CEP: 04534-000